20 dezembro, 2010

Medos

Não os temos todos?!
Eu tenho medo de não conseguir ser boa naquilo que mais quero ser... a fotografar.
Tenho medo de não ter filhos, de não conseguir ser feliz...
Medo de arriscar e me perder.
De não conseguir viajar tanto quanto quero.
Agora pergunto-me, vou deixar que estes medos, e outros, me deitem por terra ou vou buscar-lhes a força que preciso para conseguir fazer tudo o que quero?

14 dezembro, 2010

Posso?

Queria passar o dia com a cabeça no teu peito e roubar forças ao bater do teu coração.
Às vezes sinto-me assim, ladra da tua força...

Quero ir...

Quero ir... Para onde não sei bem, sei que quero ir.
Mas não quero só ir, quero voltar também.
Queres vir comigo?

08 dezembro, 2010

Inverno

Não gosto do frio, da chuva, do vento, da humidade...
Gosto se for para ficar em casa a ver filmes, de resto dispenso!
A roupa demora uma eternidade a secar e com sorte não fica a cheirar a mofo.
Os pés ficam frios e demoram séculos a aquecer quando vou para a cama.
O cabelo encaracola-se e parece que tem vida própria.
Não troco os dias quentes por nada!

05 dezembro, 2010

Fim de semana

Muita humidade e frio, um colchão que se esvaziava em 1 hora, duas noites a dormir mal...
Muita comida, conversas, gargalhadas e marcações.
Embora muito cansativo foi um fim de semana muito bom!

01 dezembro, 2010

Palavras faladas

Ontem fiz uma pergunta e a resposta que me deram foi linda!

22 novembro, 2010

Conflitos internos cerebrais/sentimentais

O que queres tu afinal? Isto ou aquilo?
Estou a ver, não sabes muito bem... Tens um curto-circuito entre o teu cérebro e o teu coração, que não te deixa seres racional.
Vais esperar e ver o que o destino te reserva, é o que podes e deves fazer, já fizeste tudo o que podias fazer.

Manifestação pacífica acaba em 42 detenções (?)

Eu já não entendo muita coisa neste país, mas esta notícia deixou-me parva.
Então agora estão umas pessoas pacificamente deitadas no passeio, mal se ouvindo os protesto "NATO NÃO!" e aparecem os senhores agentes da polícia e toca de prender as pessoas???
Na reportagem a jornalista pergunta qual a causa das detenções e a resposta foi Os indivíduos foram detidos por obstrução da via pública e, e, e... ãaaah, por outras coisas que vamos averiguar.
Por favor e que tal menos hipocrisia!?!?

19 novembro, 2010

modo fim de semana

Entrei em modo fim de semana um dia mais cedo do que o suposto.
Será isso mau, bom ou indiferente? E isso interessa?!?

11 novembro, 2010

06 novembro, 2010

04 novembro, 2010

Conversas

Gosto de estar sentada, sossegada no meu canto, num sítio público e ouvir as conversas que as pessoas têm. Acho interessante as diferentes reacções que podem surgir sobre o mesmo assunto, ou mesmo assuntos isolados que, se os escrevesse como uma só conversa, não iriam fazer qualquer sentido, mas acho que era capaz de ser interessante. Um dia faço isso.

28 outubro, 2010

26 outubro, 2010

feeling blue

Acordar. Pensar em tudo o que tenho de fazer esta semana.
Aperceber-me que o tempo é finito.
Motivação, onde andas tu? Viraste-me as costas? Porquê?
Está Sol lá fora. Cá dentro está na eminência de chover.
Análise Matemática é enfiar um tiro na tempôra esquerda...

22 outubro, 2010

Mergulhos

Ontem, ao fim do dia, fui mandar um mergulho à praia.
Há semanas que andava com vontade, soube mesmo bem!

21 outubro, 2010

Hoje de manhã


Hoje de manhã, depois de uns últimos dias cansativos, foi esta a música que me animou.
Sim, acordei mal disposta e resmungona.

19 outubro, 2010

As escadas do meu prédio

As escadas do meu prédio, no domingo à noite, cheiravam a comida e transpiração...
Ontem tudo tinha voltado ao normal, felizmente.

15 outubro, 2010

Love and Laughter

Vontades

Vontade de sorrir. De rir à gargalhada.
De morder. De ser mordida.
Levar lambidelas de um cão e de um gato.
Molhar os pés na água do mar e acabar molhada de cima a baixo.
Fazer bolas de sabão. Saltar à corda.
Ouvir-te a ti e à tua música.
Pegar-te na mão e saltarmos juntos num trampolim.

13 outubro, 2010

03 outubro, 2010

Acordar assim...

Acordar assim não podia saber melhor.

Luzes coloridas (quadradas e rectangulares)

Num País que a apaixonou, numa cozinha aberta para o resto daquele mundo, gostava de ir à noite para o fundo da cozinha beber chá, enrolar um cigarro e fumá-lo, e olhar para os prédios em frente em que cada janela tinha uma cor diferente.
Para ela era um mundo mágico que todas as noites tinha uma configuração diferente, azul, vermelho, branco, amarelo, verde, laranja, roxo...

Crash!

(...) Não, não te preocupes, ela caiu devagarinho... (Diz isto com voz melosa e um sorriso de felicidade) CRASH! O sorriso transforma-se rapidamente em seriedade e assim fica, até o choque e o sentimento de culpa passar.

28 setembro, 2010

Psicossomático?

À medida que me aproximo começo a sentir uma ligeira má disposição.
A cada passo que vou dando agrava-se.
A um metro da entrada apercebo-me que se entro, dentro de pouco tempo, vomito.
Uma coisa que odeio faz-me ficar assim, sem que eu sinta que possa fazer muito em contrário, será que é mesmo assim?...

20 setembro, 2010

Mar...

A água está linda, calminha, de um azul que dá vontade de reter na memória (é sempre nestas alturas que eu não trago a máquina).
Aproximo-me da beira-mar e quase não sinto a água, tão quente está. Entro devagar, para apreciar cada momento, deixo-me estar, até não poder mais pois há um comboio para apanhar...

26 agosto, 2010

Atrofio espacial

Pensava que era a sua casa, enganou-se, esta é a casa de todos, menos a sua.
Sentimentos de claustrofobia, desejos de ter asas para voar, se tornar invisível e não mais voltar!

Boom festival 2010

Pela terceira vez desloquei-me ao Boom, pela segunda penso "não quero voltar", mas a verdade é que volto sempre. Só preciso de mais tempo para ter vontade!
É importante referir a razão que me leva a pensar em não querer voltar. Tem a ver com a estafa (sim, sinto-me velha...) que uma pessoa apanha, o calor insuportável e pouco mais.
Quero sempre voltar porque o Boom é um lugar mágico e único, uma aldeia onde todos nos sorriem e que tenta ensinar-nos tantas coisas.
Nada me tira a sensação de dormir no chill out e de bater o pé no dance floor, pena que não me consiga deslocar até lá mais vezes, mas o calor não deixa...

13 agosto, 2010

Pequenas coisas (que se tornam grandes para quem o quer)

Sons que se propagam pela noite, que jamais se silenciam na sua cabeça. Não são só sons, mas sensações, sentimentos, gestos...
Uma mão que ajeita um cabelo revolto, uma interjeição em uníssono a uma tartaruga, um braço que lhe cai em cima e a deixa petrificada... Para a maravilhar, o som de um coração a bater num peito, um som que ressoa até ao infinito, que se expande pelo espaço. Quase parece que o coração se quer libertar daquela caixa que o impede de sentir.
A importância das pequenas coisas nunca lhe passou despercebida!

Cães com cio

Uma coisa bem irritante, cães com cio.
Perseguem-nas só porque sentem o cheiro de fêmea receptiva, ah, que óptima oportunidade para saltar para cima dela! Será que não percebem que elas têm direito de escolha, que lhes pode não apetecer aquele macho, por muito robusto que seja?!

20 julho, 2010

Brasil

Brasil, uma viagem onde os sentidos se apuram, se revelam mais sensíveis e nos transmitem coisas boas.

07 julho, 2010

A volta a "meio" Mundo em 3 dias

Daqui a umas horas começa a viagem.
Primeiro Madrid, depois Doha, São Paulo e, finalmente, Blumenau!
Vou para a cama, tentar dormir, será que é desta?!

Pacman

26 fevereiro, 2010

enfim...

Nunca senti muita necessidade de saber o que se passava no País ou no Mundo, mas há uns tempos comecei a sentir vontade de estar um pouco mais informada.

Não sou pessoa de televisão, não gosto. Muito menos de ver o telejornal, onde quase todas as notícias são desgraças, no fim do telejornal temos de fazer um esforço para fazermos um sorriso... Então, como passo muito tempo ao computador, decidi ler o jornal na internet. E foi aí que começou a paródia total!

Há a parte boa, leio as "gordas" todas e clico nas notícias que mais me interessam, e a parte má... os comentários às notícias. Para além dos comentários acerca das notícias, as pessoas escrevem sobre tudo, desde criticarem-se umas às outras pelos comentários que fizeram , em vez de se saberem respeitar, ou de criticarem tudo o que se faz e o que não se faz em Portugal, ou é porque a culpa é de Deus ou é porque Deus não tem nada a ver com isso... é cansativo, é infantil, será que não percebem?!

Realmente, faz-me muita confusão estar a ler uma notícia e ler os comentários e em 10 haver um que comenta realmente a notícia, enfim...

26 janeiro, 2010

Procrastinar...

Para quem tenha dúvidas, procrastinar:
verbo transitivo:
1.transferir para outro dia; adiar; protrair
2.demorar
3.espaçar
verbo intransitivo:
usar de delongas
(www.infopedia.pt)

Procrastinar, uma das coisas que mais faço e, se não me engano, um problema que se estende a grande parte da minha geração. Todos os dias e todas as desculpas são ideais. Já tinha referido esta minha faceta mas, achei que hoje era um bom dia para falar novamente neste "pequeno problema".

Hoje apetece-me, mas apetece-me mesmo, fazer crochet, tricot, pegar na máquina de costura (que, ao que parece, anda a jogar às escondidas na garagem lá de casa) e tentar fazer alguma coisa de jeito. O que me vale é que essas coisas, de momento, não estão ao meu alcance e vou ter de me ficar pelo estudo...

25 janeiro, 2010

A banhos

O meu primeiro banho do Ano aconteceu este sábado. Não se assustem que foi só até aos joelhos.
Não que me importasse de dar um mergulho, mas estava vestida e não ia dar muito jeito...
A água estava boa, melhor que em muitos dias de Verão, o dia também (para um dia de Inverno).
Soube muito bem, aconselha-se!

14 janeiro, 2010

Cemitério de guarda-chuva

Com tanta chuva e vento, os passeio e jardins de Lisboa encheram-se de guarda-chuva. Uns com hastes partidas, outros com pano rasgado, todos desmembrados e largados na rua.
Hoje, no céu, vê-se azul, já há algum tempo que não se via tal cor, só brancos e cinzas!
Este tempo, que muitos gostam mas, que a mim só me deprime...